251

OJ.COM, práticas e didáticas turma LS-O1/24

Apresentação

No presente ano letivo, o Conservatório de Música de Loulé - Francisco Rosado recebe a orquestra OJ.COM 2024. Esta orquestra é constituída por alunos dos conservatórios de música da rede pública e fazem parte desta, alunos de norte a sul do território continental, assim como da região autónoma dos Açores e da Madeira. Este evento ocorre, por norma, na paragem letiva da páscoa, e consiste numa semana intensa de aulas onde os alunos, juntamente com um maestro reconhecido a nível nacional/internacional, aprendem um programa musical, desenvolvem competências no trabalho em orquestra, culminando com a apresentação de um concerto à comunidade. Assim, nasce a oportunidade de ser, também, um espaço de formação para os professores do ensino especializado de música onde acompanham todo o processo de trabalho, atualizando, partilhando, propondo e refletindo sobre as práticas e didáticas a aplicar, para que o trabalho seja desenvolvido da melhor forma, quer ao nível artístico, quer ao nível pedagógico, sem esquecer a dimensão humana, tão importante nestes projetos, na formação holística dos alunos.

Destinatários

Professores dos grupos M1 a M32

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos M1 a M32. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos grupos M1 a M32.

Objetivos

Aquisição de competências básicas de técnica de direção de grupos instrumentais presentes nas escolas artísticas. Compreender e refletir sobre a importância do repertório na planificação/programação das aulas, ao nível trimestral, anual e plurianual ou na forma de projeto. Reconhecer a importância do conhecimento profundo do repertório para o sucesso da planificação do programa. Identificar, expor e refletir sobre as diferentes formas de ensaio e planeamento das aulas da semana do projeto, e a sua correlação com as orquestrais existentes nas escolas artísticas. Aquisição de conceitos formais e históricos acerca do repertório e o desenvolvimento das competências analíticas musicais.

Conteúdos

Técnica de direção: exercícios de relaxamento; posição/ponto de partida; anacrusa direta e indireta; ressaltos e círculos; padrões básicos de compassos; exercícios quironómicos; atividade/passividade do gesto; dinâmica; articulação; mudanças de andamento/agógica (rallentando, accelerando, ritardando); cortes das suspensões; compassos compostos; independência das mãos e, o uso da batuta. Estudo de partituras: análise (formal, estrutural e harmónica) e sinalização da partitura. Gestão de ensaio/ aula: planificação de ensaios e técnicas de ensaio. Constituição das orquestras: tipologia, nível e equilíbrio instrumental. Gestão de horários/alunos: concretização de horários e distribuição da carga horária (aula tutti e aula de naipe). Gestão artística/pedagógica de programas das orquestras escolares: planificação a curto, médio e longo prazo; escolha e adequação dos programas.

Metodologias

O Curso de Formação realizar-se-á de forma presencial nas instalações do Conservatório de Música de Loulé - Francisco Rosado. Os formandos deverão participar nas sessões de trabalho que consistem na observação direta do trabalho desenvolvido pelo maestro convidado, onde poderão constatar e apreciar as estratégias didáticas discutidas e definidas nos momentos iniciais ou finais de cada sessão. Cada sessão terá a seguinte operacionalização: observação direta do trabalho do maestro (reconhecimento/registo do desenvolvimento do plano de aula); momento de reflexão com o maestro (partilha das apreciações, sugestões de resolução de problemas, definição do próximo plano de aula). Existirá ainda um momento de preparação autónoma para assimilação do programa de concerto.

Avaliação

Participação dos momentos de reflexão com o maestro convidado (40%). Reflexão crítica individual (60%). Critérios de avaliação: - Abordagem reflexiva de conteúdos e conceitos que tenham suscitado especial interesse e que, de alguma forma, ajudem a questionar e contextualizar as práticas dos formandos enquanto profissionais da educação (50%). - Capacidade de problematização dos temas abordados em articulação com a experiência profissional dos formandos (50%).

Bibliografia

Adler, S. (2005). The Study of Orchestration. Barcelona: Idea Books.Daniels, D. (2022). Daniels' Orchestral Music. Londres: Rowman & Littlefield.Farberman, H. (1997). The Art of Conducting Technique. Miami: Alfred Music.Labuta, J. (1995). Basic Conducting Techniques. New Jersey: Prentice Hall.Schoenberg, A. (1990). Tratado de Harmonia. Madrid: Real Musical.

Formador

Emanuel Fernando Sousa e Silva

Início: 02-04-2024
Fim: 06-04-2024
Acreditação: CCPFC/ACC-122244/23
Modalidade: Curso
Pessoal: Docente
Regime: Presencial
Duração: 25 h
Local: Conservatório de Loulé - Francisco Rosado

INSCREVER-ME